Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É Desporto

É Desporto

Webb Ellis. O mito que dá nome à taça

Webb Ellis Cup

Origem da história é contestada mas a lenda é grande o suficiente para batizar o troféu do Mundial de Râguebi. Esta é a história – impossível de comprovar – sobre o homem que decidiu contornar as regras e dar início a uma modalidade cada vez mais global.

Nasceu há praticamente 213 anos mas vai estar muito presente no Mundial do Japão, que tem início marcado para 20 de setembro. William Webb Ellis esteve sempre longe de imaginar a globalização de um desporto como o râguebi mas foi ele que, em 1823, decidiu fugir à regra – quase literalmente - e deu os primeiros passos – agora sim, duplamente literal – do râguebi como o entendemos hoje.

Como em qualquer outra grande história que marca a origem de uma modalidade, é muito difícil separar o mito do facto, a lenda da realidade. Aconteceu em 1823, durante um encontro entre as escolas de Town House e Bigside. O objetivo seria jogar uma variante de futebol em que era possível agarrar a bola com as mãos mas fora da lei correr com ela.

Mas Webb Ellis tinha outra ideia naquele dia, contornou as regras e decidiu começar a correr. O movimento – tendo existido – não provocou qualquer impacto imediato na história do desporto. De facto, só na reta final do século XIX é que a história começou a ver a luz do dia. Por esta altura, era já impossível garantir se a versão contada (que foi sofrendo várias alterações) por Matthew Bloxam era real ou não.

Estátua imortaliza a história de Webb Ellis

Webb Ellis morreu em 1872 e nem sequer teve a oportunidade de dar o seu testemunho. Mas houve quem tenha garantido que o antigo jogador tinha fama de não ligar às regras desde que essas infrações lhe dessem uma vantagem desportiva.

As investigações lançadas para aferir da realidade do mito nunca deram em nada. A incógnita resistiu mas, perante a necessidade de definir um momento na história em que os primeiros sinais do râguebi – como hoje o conhecemos – surgiram, os responsáveis acharam por bem recuar até 1823 e imortalizar a história de Webb Ellis. Só décadas depois é que correr com a bola passou a ser aceitável e, apesar de ser improvável verificar a influência da ação de Webb Ellis, não é totalmente impossível que o adolescente irascível tenha largado as sementes da ideia.

A história de Webb Ellis cruzou-se com o râguebi depois de o pai ter morrido ao combater nas invasões napoleónicas na Península Ibérica. James, pai de William, chegou a estar destacado em Portugal, até morrer na Batalha de Albuera em 1812, quando o filho tinha apenas seis anos.

Com o dinheiro que a coroa britânica ofereceu à família como pensão, a mãe decidiu pagar a educação de William numa escola em Rugby, no Warwickshire, abrindo caminho para o início do mito. Depois, William seguiu para Oxford e jogou críquete em 1827, não demonstrando qualquer apetência para a criação de uma nova revolução desportiva.

William Webb Ellis tornou-se um homem devoto à religião e dedicou o resto da sua vida à igreja anglicana, até morrer em 1872 em França. O seu túmulo, na zona da Côte D’Azur, é atualmente conservado pela própria Federação Francesa de Râguebi.