Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É Desporto

É Desporto

Toni Merkens. O alemão que foi beneficiado pelos nazis

Especial Jogos Olímpicos (Berlim-1936)

Toni Merkens

Ganhou a medalha de ouro no ciclismo de pista e deixou milhares de alemães em apoteose. O problema? Tinha obstruído ilegalmente a trajetória do seu maior rival, um holandês, e provocou um protesto oficial da comitiva adversária. A organização concedeu a ilegalidade mas… manteve a classificação.

Chamava-se Nikolaus Anton Merkens mas era conhecido por Toni Merkens. Alemão de corpo, alma e sangue, tinha 24 anos quando competiu nos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936. Era um dos candidatos ao triunfo na prova de sprint no ciclismo de pista mas contou com várias ajudas.

Depois de várias eliminatórias em que o domínio não esteve em causa, Toni Merkens e o holandês Arie van Vliet atingiram a final. O formato era simples: havia três corridas e a medalha de ouro iria para o ciclista que vencesse duas. Merkens fechou a contenda rapidamente, com vitórias nas duas primeiras, mas a comitiva holandesa protestou que o alemão tinha cometido uma ilegalidade durante um dos triunfos, atravessando a sua bicicleta à frente da do adversário com o objetivo de ganhar uma vantagem indevida.

A organização analisou o protesto e tinha várias hipóteses em aberto: podia declarar aquela vitória nula e provocar uma terceira corrida, podia simplesmente ordenar a repetição da manga ou, em último caso, poderia até considerar que não tinha havido qualquer infração.

A decisão foi surpreendente. Chegaram à conclusão que tinha havido, de facto, uma infração, mas a ação correspondente foi irrisória. A vitória de Merkens manteve-se (e com ela a medalha de ouro), mas houve espaço para uma multa de 100 marcos.

A sorte de Merkens não durou para sempre. Depois de Berlim-1936, tornou-se profissional mas a carreira foi interrompida pela II Guerra Mundial. A combater pela Alemanha nazi na frente oriental, foi ferido com gravidade pelo exército soviético e acabou por morrer, vítima de meningite, na véspera de celebrar o 32.º aniversário.