Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É Desporto

É Desporto

Hipismo-1924. A estreia de Portugal no medalheiro

Especial Jogos Olímpicos (Paris-1924)

Aníbal Borges de Almeida

Antes de Telma Monteiro, Nelson Évora, Fernanda Ribeiro ou Carlos Lopes, houve Aníbal Borges D’Almeida, Hélder de Sousa Martins e José Mouzinho de Albuquerque. Os três portugueses faziam parte da equipa lusa que conquistou uma medalha (bronze) no Prémio das Nações por equipas na equitação. Foi o primeiro pódio de sempre de Portugal.

Aconteceu 12 anos depois da estreia. A morte de Francisco Lázaro, o primeiro atleta a representar Portugal numa edição dos Jogos Olímpicos, não foi um bom prenúncio mas em 1924, em Paris, o país conseguiu finalmente a sua estreia no medalheiro.

Os três atletas eram oficiais de cavalaria e faziam parte da comitiva mais numerosa de Portugal em Jogos Olímpicos até então: 28. Na prova de obstáculos, os três combinaram para uma penalização de 53 pontos, ficando apenas atrás dos 50 da Suíça e dos 42,5 da Suécia, que ganhou a medalha de ouro sem grande dificuldade.

«Embora se reunisse o melhor que frequenta as nossas pistas, eles estavam longe, bem longe mesmo, da categoria dos seus adversários e a nossa vitória mais se deve à alma dos nossos cavaleiros, à sua coragem inexcedível, à confiança absoluta em cumprir a sua missão, do que ao valor dos seus cavalos que, porque não dizê-lo, eram olhados com desprezo», escreveu Manuel Latino, o tenente-coronel que liderava a equipa, no relatório da participação nacional, citado pelo Diário de Notícias.