Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É Desporto

World Series. Uma lista de 31 coisas para saber antes do jogo sete

progressive field.jpg

Não há melhor do que um jogo sete no desporto profissional. Esta madrugada, a partir da meia-noite, Cleveland Indians ou Chicago Cubs vão escrever a página mais importante da sua história. Segue-se uma lista de 31 factos que vão ajudar a acompanhar a final.

 

 

1, 2, 3... 31

 

  1. Os Chicago Cubs não vencem uma World Series desde 1908. Desde então, perderam sete finais (a última em 1945).

  2. Os Cleveland Indians não vencem uma World Series desde 1948. Desde então, perderam três finais (a última em 1997).

  3. Cubs e Indians perderam na última vez que foram a uma World Series em sete jogos. Esta noite, alguém vai repetir a dose.

  4. Terry Francona é o treinador dos Cleveland Indians. Era ele que treinava os Boston Red Sox quando terminaram o jejum de 86 anos sem ganhar.

  5. Terry Francona tem dois títulos na World Series: ambos com Boston (2004 e 2007).

  6. Terry Francona foi treinador de… Michael Jordan quando este jogou basebol nos Birmingham Barons.

  7. Joe Maddon é o treinador dos Chicago Cubs. Pelos Tampa Bay Rays, foi a uma World Series em 2008: perdeu contra os Philadelphia Phillies em cinco jogos.

  8. Terry Francona e Joe Maddon defrontaram-se uma vez em playoffs. Na final da Liga Americana, em 2008, a série entre os Boston Red Sox e Tampa Bay Rays foi a sete jogos. No último, na Florida, venceu a equipa de Maddon, que tinha desperdiçado uma vantagem de 3-1.

  9. Terry Francona e Joe Maddon também se defrontaram no wild card game de acesso aos playoffs em 2013. Os Tampa Bay Rays derrotaram os Cleveland Indians.

  10. Os Cleveland Indians desperdiçaram uma vantagem de 3-1 na World Series mas podem garantir o título em casa.

  11. Vantagens de 3-1 não são uma novidade em Cleveland. Em junho, os Cavaliers estiveram a perder 1-3 e foram campeões. Em 2007, na final da Liga Americana, os Indians estavam a vencer 3-1 frente aos Red Sox de… Terry Francona. Perderam 3-4.

  12. Theo Epstein, general managers dos Cubs, pode entrar na história se a equipa quebrar o jejum de 108 anos. Era ele o general manager dos Red Sox em 2004. Na altura, tinha apenas 30 anos.

  13. Três equipas conseguiram vencer a World Series em sete jogos, a jogar fora de casa, depois de recuperar uma desvantagem de 1-3. Os Pittsburgh Pirates foram os últimos, em 1979.

  14. Nas oito vezes em que houve uma desvantagem anulada de 1-3, em cinco venceu a equipa que conseguiu recuperar.

  15. Os Cubs nunca venceram um jogo sete da World Series (0-1). Os Cleveland Indians fizeram-no uma vez (1-1).

  16. Já houve 41 World Series decididas em sete jogos. Em 21, venceram as equipas que jogavam fora.

  17. Última World Series em sete jogos foi em 2014. Os San Francisco Giants derrotaram os Kansas City Royals.

  18. Por que é que o jogo é em Cleveland? Os Cubs tiveram o melhor registo da fase regular mas as regras da MLB dizem que o fator casa da World Series é decidido no all star game. Aí, a Liga Americana derrotou a Liga Nacional. O lançador creditado com a vitória foi… Corey Kluber.

  19. Corey Kluber será o lançador inicial dos Cleveland Indians. Já o foi no jogo 1 (vitória) e no jogo 4 (vitória). Em cinco jogos nos playoffs, só perdeu um (contra Toronto) e tem uma média de 0,89 pontos sofridos por cada nove innings jogados.

  20. Kyle Hendricks será o lançador inicial dos Chicago Cubs. Já o foi no jogo 3 (equipa perdeu, mas quando saiu jogo ainda estava empatado). Em quatro jogos dos playoffs, perdeu um, ganhou outro e em dois saiu sem haver decisão ainda. Tem uma média de 1,31 pontos sofridos por cada nove innings jogados.

  21. Kyle Hendricks está habituado a jogos decisivos. Foi ele o lançador inicial no jogo que garantiu a ida à World Series (jogo seis frente aos Dodgers, 5-0).

  22. Andrew Miller é a principal arma do banco entre os lançadores dos Cleveland Indians. Em 17 innings jogados nos playoffs, permitiu apenas um ponto (home run no jogo 5 da World Series). Já fez 80 lançamento na World Series mas não foi utilizado no jogo seis.

  23. Aroldis Chapman é a principal arma do banco entre os lançadores dos Chicago Cubs. Em 13 innings jogados, permitiu quatro pontos. Já fez 102 lançamentos na World Series e foi utilizado no jogo seis, com 20 lançamentos.

  24. Em julho, Andrew Miller e Aroldis Chapman eram colegas de equipa. Ambos jogavam nos New York Yankees.

  25. Jason Kipnis (Cleveland Indians) cresceu nos arredores de Chicago e sempre sonhou em ganhar a World Series com os Cubs. Toda a família é adepta dos Cubs e a irmã estudou na mesma escola que Steve Bartman (adepto “vilão” nos playoffs de 2003). Nos seis jogos da World Series, já conseguiu oito hits.

  26. Mike Napoli e Coco Crisp (Cleveland Indians) já venceram a World Series, ambos pelos Red Sox. O primeiro em 2013, o segundo em 2007. Nos Chicago Cubs, também John Lester (2007 e 2013), John Lackey (2007) e David Ross (2013) estão nessa situação.

  27. Francisco Lindor (Cleveland Indians) diz que gostaria de ser dentista se não fosse jogador profissional. Percebe-se porquê…

  28. Francisco Lindor e Javier Báez (Chicago Cubs) cresceram praticamente como vizinhos em Porto Rico e foram viver para os Estados Unidos com 12 anos. A primeira vez que se defrontaram foi ainda no secundário. Em 2011, foram escolhidos no oitavo e nono lugares do draft.

  29. Kyle Schwarber (Chicago Cubs) jogou apenas dois jogos na temporada regular, por culpa de uma rotura nos ligamentos do joelho em abril. Regressou apenas para a World Series, ainda a meio-gás, jogando apenas como designated hitter (sem atuação defensiva). Tem quatro hits na World Series.

  30. Kris Bryant (Chicago Cubs) foi o dínamo ofensivo dos Cubs nos últimos dois jogos, com um home run em cada um deles. Foi a segunda escolha do draft de 2013 e está apenas na sua segunda época na MLB.

  31. A oportunidade única de uma World Series entre Chicago Cubs e Cleveland Indians tem proporcionado uma lista de famosos nas bancadas: LeBron James tem estado no Progressive Field e o ator Bill Murray, um dedicado adepto dos Cubs, tem sido visto sempre nas bancadas. Eddie Vedder também esteve em destaque num dos jogos de Chicago.