Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É Desporto

Asante Kotoko. A final africana perdida por falta de comparência

TP-Englebert-1967.jpg

Ganeses eram os favoritos frente ao TP Englebert (hoje TP Mazembe) mas empataram os dois jogos da final. O árbitro quis decidir o troféu por moeda ao ar mas a CAF entendeu que teria de ser organizado um terceiro jogo. Um mês depois, nos Camarões, o Asante Kotoko não apareceu. O treinador tinha 24 anos e era brasileiro. Chamava-se Carlos Alberto Parreira.