Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É Desporto

Nos bastidores da NBA. O eixo Los Angeles-Boston-Chicago

lakers.jpg

Não é apenas o continente ou a modalidade que mudam, é tudo. A abertura aos jornalistas nada tem a ver com o que acontece no cotovelo da Europa. E ali, nos próprios balneários, ficamos frente-a-frente com jogadores como Pau Gasol, Kobe Bryant, Shaquille O’Neal ou LeBron James. 

Phil Jackson. O homem sem dedos para tantos anéis deixou de ter mãos para os Knicks

jackson.jpg

Foi campeão duas vezes como jogador e onze como treinador. Passagem para os escritórios em Nova Iorque foi feita em 2014 e desde então somou fracassos. O Zen Master perdeu a paciência com Porzingis – o grande legado que deixa aos Knicks – e os proprietários sentiram que era hora de terminar a ligação. Sem glória e como um velho teimoso. 

 

 

Não devíamos mas precisamos do Sporting. E do Benfica e do FC Porto

sporting.jpg

Sucesso do Sporting no futebol feminino e regresso do voleibol masculino a Alvalade são boas notícias que dão mais projeção aos respetivos campeonatos mas, enquanto país, deveríamos ser capazes de mostrar interesse por patinhos-feios mesmo quando não há um dos três clubes mais populares envolvido.

 

 

Warriors vs. Cavs. Dois caminhos para construir uma superequipa

currylebron.jpg

A terceira edição consecutiva de uma final entre Golden State e Cleveland estava anunciada desde o início da época e a falta de competitividade em cada conferência lançou a discussão sobre o método como as duas equipas aproveitaram as regras para formar superequipas. A forma como foram construídas, no entanto, tem várias diferenças.