Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

É Desporto

Hello?! O treinador que joga para ganhar está de volta

hherm.jpg

Autor de uma das interceções mais famosas na rivalidade entre os Eagles e os Giants, seguiu a sua carreira como treinador e tornou-se uma das maiores atrações nas conferências de imprensa. Depois de oito anos como analista na ESPN, está de volta e vai treinar a equipa universitária dos Arizona State Sun Devils. 

 

«Tu JOGAS para GANHAR o jogo!»

 

Quarta-feira, 30 de outubro de 2002. Herm Edwards é o treinador dos New York Jets e a temporada começou mal, apesar do triunfo na estreia com os Buffalo Bills. Com cinco derrotas nos seis encontros seguintes, o futuro parece sombrio e o ambiente na conferência de imprensa é negativo.

 

É aqui que entra Judy Battista, do New York Times. «O que é preciso para convencer a equipa a não desistir do resto da época?», perguntou, desconhecendo que estava apenas a abrir caminho para um dos momentos mais marcantes da carreira do treinador.

 

«É isto que é fantástico no desporto. É a melhor coisa do desporto: tu JOGAS para GANHAR o jogo!», começou por dizer, recuando o corpo depois, com uma expressão de quem não queria acreditar no que tinha acabado de ouvir sair da boca da repórter.

 

E continuou: «Hello?! Tu jogas para ganhar o jogo. Não jogas só por jogar. É a melhor coisa do desporto: jogas para ganhar. E não me importa se não tenho vitórias ainda. Tu vais jogar para ganhar. Se me dizes que já não importa, então deixa de jogar. Vai-te embora! Porque importa!»

 

 

As declarações tiveram um impacto imediato e a verdade é que os Jets, em espiral negativa, conseguiram inverter o rumo de uma época condenada ao fracasso e venceram sete dos últimos nove jogos, garantindo a ida aos playoffs.

 

«Quando olho para trás agora, acho que estava a proteger a integridade do futebol», comentou anos mais tarde, numa reportagem. «O que é que eu devia ter respondido? Que sim, que íamos desistir e esquecer a época?», continuou.

 

«Desistir nunca fez parte da minha vida», acrescentou, garantindo que não tinha qualquer intenção de passar a mensagem para os seus jogadores. Que, pelo menos, nada tinha sido premeditado.

 

O milagre da não-desistência

 

Esta não foi a primeira vez que Herm Edwards foi recompensado por nunca desistir. O filho de um veterano da II Guerra Mundial e de uma alemã jogou na NFL entre 1977 e 1986 (Philadelphia Eagles, Atlanta Falcons e Los Angeles Rams) e esteve diretamente ligado a um dos momentos mais famosos na rivalidade entre os Eagles e os Giants.

 

A 19 de novembro de 1978, em Nova Jérsia, os Giants iam vencendo por 17-12, tinham a posse de bola e faltavam apenas 31 segundos para o final do encontro. Bastava controlar o passar dos segundos mas o quarterback Joe Pisarcik decidiu desenhar uma jogada em corrida para o fullback Larry Csonka.

 

Má ideia. A entrega da bola foi precipitada e Herm Edwards aproveitou para recuperar e correr 26 jardas até ao touchdown. Resultado: vitória dos Eagles por 19-17 naquele que ficou conhecido como «O Milagre das Meadowlands».

 

O treinador está de volta

 

Herm Edwards treinou os Jets até 2005 e passou as três temporadas seguintes nos Kansas City Chiefs. Era analista da ESPN desde 2009 mas agora decidiu voltar, juntamente com os seus hermisms (uma espécie de machadês na NFL).

 

O treinador de 63 anos foi anunciado como novo responsável pelos Arizona State Sun Devils, equipa do campeonato universitário e terá o objetivo de remodelar completamente a estrutura da equipa.

 

«O nosso objetivo para o futebol americano é chegar onde nunca estivemos e por isso teremos de trabalhar de forma mais inovadora e mais eficiente do que no passado», afirmou o vice-presidente do departamento da universidade, Ray Anderson.

 

Vai continuar a jogar para ganhar? Claro, mas não só. «O meu compromisso é ajudar a moldar jovens para se tornarem homens feitos neste desporto». Está dito.

RPS