Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É Desporto

Quando Alex Ferguson levou a Escócia ao Mundial

ferguson.jpg

A morte de Jock Stein no final de um jogo da qualificação europeia catapultou o adjunto para um papel interino. Ferguson confirmou o apuramento no play-off com a Austrália mas a campanha no México foi pautada pela desilusão. Conferência de imprensa de despedida foi marcada por críticas duras à FIFA e aos uruguaios. Cinco meses depois chegou ao Manchester United. 

Batalha de Santiago. A carnificina que inspirou a criação dos cartões

battle.jpg

Chile era o anfitrião e queria defender a sua reputação, a Itália tinha o sangue latino a correr no sangue e não estava ali para ficar a ver jogar. Perante a impotência de Ken Aston, a agressividade subiu de tom acompanhando as polémicas dos dias anteriores. O árbitro britânico acabou por ser o criador dos amarelos e vermelhos no futebol. 

Milagre de Berna. Um duelo com potências em trajetórias opostas

milagre.jpg

A Hungria era a melhor equipa europeia, estava há cinco anos sem perder e tinha estrelas como Puskas e Kocsis. Mas a RFA tinha o orgulho em jogo e conseguiu virar uma desvantagem de dois golos para ser campeã pela primeira vez. Para uns, foi o início de um sentimento de orgulho recuperado após a guerra, para outros um passo importante rumo à revolução de 1956.

Uma batalha campal na Itália de Mussolini

spainitaly.jpg

Espanha e Itália discutiram o acesso às meias-finais do Mundial-1934 num misto de violência, polémica e… 210 minutos de jogo. Entre a lesão do lendário guarda-redes Ricardo Zamora e a perna partida de Mario Pizziolo, houve um total de onze espanhóis lesionados e uma atuação desastrosa de um árbitro que acabou por ser irradiado. 

Stoichkov. O Hristo Rei de Sófia

stoichkov1.jpg

Começou como adolescente irreverente numa equipa subjugada pelo Levski e chegou a ser banido do futebol depois da final da Taça em 1985. Quando regressou, foi a alma do CKSA rumo à recuperação da hegemonia na Bulgária. Em 1989/90, já depois de levar a equipa às meias-finais da Taça das Taças, marcou 38 golos no campeonato, foi Bota de Ouro e garantiu o salto para o Barcelona. 

O último jogo do Sporting do meu avô

vukcevic.jpg

As experiências que vivemos e a educação que temos têm uma responsabilidade fundamental naquilo que somos quando crescemos. Numa altura em que o futebol em Portugal parece cada vez mais predisposto para o conflito e a rivalidade cega, talvez seja importante parar um pouco para pensar o impacto que o discurso atual está a ter nos adultos de amanhã e valorizar a importância de referências moderadas que nos façam gostar do futebol e do desporto na sua essência.