Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É Desporto

Allie Kiick. Uma história de superação que não pode ser partilhada com o pai

kick.jpg

Norte-americana resistiu a quatro operações no joelho, a uma mononucleose agressiva e a um cancro da pele que a afastaram dos courts durante dois anos. Regressou e passou imaculada na qualificação do US Open, garantindo uma presença inédita num grand slam. Hoje vai disputar a primeira ronda mas já sabe que não vai poder contar com o apoio nem o orgulho do pai, um ex-jogador da NFL que sofre de demência. 

Mayweather Jr. O boxe já lhe corria nas veias quando nasceu

mayweather.jpg

Mayweather está para o pugilismo como Maldini está para o futebol ou Manning para a NFL. O júnior da família chegou mais alto mas contou com os contributos intermitentes do pai e dos tios, também eles dedicados a esta paixão. O confronto com McGregor não será apenas mais um: tudo aponta para a 50.ª vitória e com um mínimo de 100 milhões de dólares no bolso. Um circo, sim, mas um muito bem pago. 

Perder a bolsa universitária por ter conta no YouTube

delahaye.jpg

Estudava Marketing, era o kicker da equipa universitária dos UCF Knights e alimentava uma conta no YouTube com mais de 50 mil subscritores. O dinheiro que fazia com a publicidade foi o motivo para que a universidade o declarasse inelegível e anulasse a bolsa. Agora está a pedir dinheiro num site de angariação de fundos. 

Caeleb Dressel. Dois títulos mundiais em 34 minutos

dressel.jpg

Norte-americano de 20 anos começou a sessão do dia nos Mundiais de Budapeste a vencer os 50 metros livres. Pouco mais de meia hora depois, voltou à água para vencer os 100 metros mariposa. Não satisfeito, passada cerca de uma hora, aumentou o nível com um terceiro título nas estafetas. Próximo passo é igualar o recorde de Phelps.  

Phil Jackson. O homem sem dedos para tantos anéis deixou de ter mãos para os Knicks

jackson.jpg

Foi campeão duas vezes como jogador e onze como treinador. Passagem para os escritórios em Nova Iorque foi feita em 2014 e desde então somou fracassos. O Zen Master perdeu a paciência com Porzingis – o grande legado que deixa aos Knicks – e os proprietários sentiram que era hora de terminar a ligação. Sem glória e como um velho teimoso. 

 

 

Warriors vs. Cavs. Dois caminhos para construir uma superequipa

currylebron.jpg

A terceira edição consecutiva de uma final entre Golden State e Cleveland estava anunciada desde o início da época e a falta de competitividade em cada conferência lançou a discussão sobre o método como as duas equipas aproveitaram as regras para formar superequipas. A forma como foram construídas, no entanto, tem várias diferenças.