Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

É Desporto

Figuras Olímpicas XIV - Gabby Douglas

Gabby Douglas

A irmã mais velha ensinava-lhe o que podia mas Gabby conseguia fazer ainda mais. Depois de muita insistência, foi para um ginásio onde acabou por ser vítima de comentários racistas. Nunca desistiu e em Londres, com 16 anos, fez história. No Rio de Janeiro, apesar de um título olímpico, tornou-se um patinho-feio dos norte-americanos nas redes sociais.

 

 

Figuras Olímpicas XIII – Madison Kocian

Madison Kocian

Fratura na tíbia em fevereiro não impediu a texana de 19 anos de fazer parte das Final Five dos Estados Unidos. «É o que fazes na sombra que te vai fazer brilhar», dizia o anúncio em que participou. No Rio de Janeiro, foi campeã olímpica por equipas e prata nas barras paralelas assimétricas. 

 

 

Figuras Olímpicas X - Sarah Attar

Sarah Attar

Viveu toda a vida nos Estados Unidos mas recebeu um telefonema para competir nos Jogos Olímpicos pela Arábia Saudita poucos meses antes de Londres. Foi uma das duas primeiras mulheres a participar pelo país árabe e voltou para o Rio de Janeiro. Na maratona, foi penúltima mas sente que está a ajudar a quebrar barreiras. 

 

 

Figuras Olímpicas VIII - David Katoatau

David Katoatau

Dançar para não chorar. Halterofilista do Kiribati pode não concluir os levantamentos do peso com sucesso mas insiste em sair em grande. A razão? Alertar o mundo para o desaparecimento do seu país por culpa da subida do nível médio do mar. «Imploro aos países do mundo para verem o que está a acontecer ao Kiribati. A verdade é que não temos recursos para nos salvarmos. Vamos ser os primeiros a desaparecer.»

 

 

Figuras Olímpicas VII - Chaunté Lowe

Chaunté Lowe

Norte-americana viu a mãe ficar sem a casa quando era nova. Mais tarde, depois de casar e ter uma filha, aconteceu-lhe o mesmo. A saltadora em altura deu a volta por cima e agora dedica-se a aconselhar financeiramente outros atletas. No Rio de Janeiro, apesar de fazer a mesma marca que a campeã olímpica, ficou fora das medalhas. Apesar disso, mostrou sempre uma alegria contagiante.

 

 

Pág. 1/6